Cymbal Rush - Thom Yorke

Loading...

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Sobre os Falsos Profetas da Música Eletrônica

Sobre os Falsos Profetas da Música Eletrônica

Nos dias de hoje é comum encontrar no controle das pistas pessoas sem noção do que significa o codinome DJ, e o que devem ter como objetivo. Pois bem, com bases em pesquisas e estudos sobre a música, lhes digo o que é realmente um disc-jóquei. Por eliminação: * Não é DJ aquele que somente toca músicas, mas o que toca com sua alma, pondo suas características num audio perfeito. Vinhetas, aberturas, grandes nomes na mídia e dinheiro, não fazem um DJ, só atrai "status", algo que não é definitivamente necessário para comandar Pick ups. Gostar de música ajuda, mas igual a guitarrista, cantor etc. É preciso dom, algo que não se adquiri, e principalmente ter prazer ao tocar e não ao receber o cachê. O que destrói a classe são os falsos Dj´s, oportunistas e pessoas que enfretam tocar como profissão, quando na verdade nada mas é do que a atitude. É do ser Dj ouvir, discutir, transformar, pesquisar e no mais... sentir a música; que não é pra qualquer um. Fazer as pessoas dançarem com as modinhas do verão, classicos do pop lixo, não é nada difícil, quero ver esses tipinho tocar novidades da ´intelligent dance music´ou até produções próprias de bom gosto e fazer as pesssoas vibrarem. A emoção da pista reflete o DJ e não o contrário, nada de performance, locução ou roupas caras. DJ não é dançarino, fala com as mãos e veste atitude do que toca. Ter equipamento ajuda, quando se é de verdade, quando não só serve para compor um cenário, rico em vista, mas pobre na sonoplastia.* Dicas Finais: A unanimidade é burra! e não siga as estatísticas, mas o sentido do seu próprio ser... nem tudo que reluz é ouro e perde o brilho em poucos segundos. "Imagem não é nada, sede é tudo".

-

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ESTE DISCO OS LEVARÁ NUMA VIAGEM...

EMBARQUE JUNTO...